Formalmente criado pelo DL 63/2020 de 7 de setembro e aprovado pelo Banco de Portugal e pela Comissão Europeia, o Banco Português de Fomento estará operacional a partir de novembro em resultado da fusão da IFD – Instituição Financeira de Desenvolvimento, S. A., da PME Investimentos – Sociedade de Investimento, S. A., e da SPGM – Sociedade de Investimentos, S. A., através da incorporação das duas primeiras na última, iniciando-se assim um novo capítulo na história de mais de três décadas de atividade da PME Investimentos S.A..

Criada em 1989 com o objetivo de dinamizar e promover o alargamento da oferta de instrumentos financeiros de política pública, a PME Investimentos SA percorreu desde então um longo caminho ao lado das empresas, reforçando a sua missão de catalisadora do empreendedorismo, inovação, competitividade e internacionalização do setor empresarial Português.

Sistematizando apenas a atividade dos últimos 15 anos, a PME Investimentos implementou e geriu quer instrumentos de dívida/garantia com apoio público em parceria com a Garantia Mútua e a Banca, quer instrumentos de capital, como fundos de fundos e fundos diretos.

Na área da dívida, foram promovidas 23 Linhas de Crédito em parceria com toda a Banca e o Sistema Nacional de Garantia Mútua, desde as Linhas iniciais com apoio de fundos europeus até às mais recentes Linhas Capitalizar, alavancando cerca de 23 mil milhões de euros na economia e apoiando mais de 106 mil empresas e quase 1 milhão e 300 mil postos de trabalho.

Na área de capital, através da gestão de 5 fundos, que totalizam ativos sob gestão de cerca de 500 milhões de euros e onde se alavancaram 1,3 mil milhões de euros na economia , destacam-se, na gestão destes fundos de Private Equity aplicados nas PME´s e Midcaps, quer o  fundo FSCR que inclui a participação no PVCi gerido pelo FEI, quer o FINOVA – o maior fundo de fundos nacional, que investiu ao longo destes anos em 18 Fundos de Capital de Risco, em 2 linhas de Business Angels e nos 3 Fundos de Capital de Risco Revitalizar (Norte, Centro e Sul).

Mais recentemente, através dos  fundos inovadores desenhados e criados pela PME Investimentos, “200M” e “Fundo para a Inovação Social  – FIS”,  a PME Investimentos vê alargadas as suas áreas de atuação na gestão de instrumentos de política pública destinados ao financiamento das empresas portuguesas, e que têm permitido captar investidores estrangeiros e nacionais, colmatando falhas de mercado ao nível do investimento na fase de scale up das empresas tecnológicas e, por outro lado, ao nível do emergente ecossistema de impacto social em Portugal, posicionando o país na vanguarda destas duas áreas de investimento.

Promover o investimento qualificado em startups científicas e tecnológicas de elevado potencial em Portugal com coinvestidores privados nacionais e internacionais é a missão do 200M, que, em dois anos, já investiu cerca de 26 milhões de euros em 10 startups, correspondendo a um total de investimento público e privado de cerca de 70 milhões de euros e permitindo apoiar mais de 1.300 postos de trabalho. Considerando ainda os coinvestimentos já aprovados e em fase de closing, o total de investimento do 200M ronda os 100 milhões de euros, com parcerias de investimento com os maiores investidores nacionais e com grandes VC´s, Corporates e Family Offices europeus e americanos.

Com uma dotação inicial de 82 milhões de euros para apoiar e dinamizar a economia social e de impacto, o Fundo para a Inovação Social prevê financiar e coinvestir em projetos de impacto social no âmbito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. O FIS Capital  já detém no seu portfolio de coinvestimento 5 empresas, tendo até agora coinvestido 3,26 milhões de euros, quer com investidores nacionais, quer estrangeiros. A linha FIS Crédito, garantida e protocolada já tem as candidaturas abertas e encontra-se disponível aos balcões dos bancos protocolados.

Estes números e instrumentos sistematizam e são o reflexo do excelente desempenho das nossas equipas que contribuíram, das mais variadas formas, para dinamizar e promover a oferta de financiamento sustentável em todos os segmentos e dimensões de empresas : micro, startups, PME´s, midcaps e grandes empresas, uma missão da qual muito nos orgulhamos!

Uma palavra de agradecimento a todos aqueles que nos têm acompanhado ao longo desta caminhada – tutelas, acionistas, parceiros, investidores, empresas, colaboradores e muitos amigos!

De olhos postos no futuro, e enquanto Banco Português de Fomento, seguiremos esta jornada com vista a promover a inovação, sustentabilidade e o desenvolvimento económico e social de Portugal e das empresas nacionais.

Até breve!

© FUNDO DE INOVAÇÂO SOCIAL. Todos os direitos reservados. - POLÍTICA DE PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS - powered by TRANSGLOBAL